Por um naturalismo fraco: com Habermas contra Quine

Ésio Francisco Salvetti

Resumo


Defensor do chamado naturalismo ou holismo epistemológico, Quine considera que a linguagem e o conhecimento podem ser explicados pelas ciências experimentais. Habermas critica a radicalidade de Quine e propõe um naturalismo mitigado. Seguindo este itinerário procuraremos apresentar sinteticamente a posição quaineana do naturalismo, adentrando na crítica habermasiana para apresentar uma concepção mais fraca do naturalismo, que faz uma aposta na epistemologia crítica. Diante de um contexto plural e multicultural, uma versão fraca ou mitigada de naturalismo parece ser uma concepção viável de acordo com uma perspectiva pragmático-formal que viabilize a convivência em um mundo pós-secular pluralista, onde crentes, ateus e agnósticos possam coexistir e participar da construção de uma sociedade mais justa.

Palavras-chave


Quine; Habermas; Naturalismo; Linguagem; Religião

Texto completo:

PDF

Referências


HABERMAS, J. Verdade e justificação: ensaios filosóficos. São Paulo: Loyola, 2004.

HABERMAS, J. Entre naturalismo e religião: estudos filosóficos. Trad. Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2007.

QUINE, Willard Van Orman. Ensaios [Ryle, Strawson, Austin e Quine]. Seleção de Oswaldo Porchat de Assis Pereira da Silva. Trad. Balthazar Barbosa Filho et al. 2 ed. São Paulo: Abril Cultural, 1980. Os Pensadores.

MULLER, Felipe de Matos; RODRIGUES, Tiegue Vieira Rodrigues (Orgs.). Epistemologia social: dimensão social do conhecimento. Porto Alegre: Edipucrs, 2012.

MOSER, Paul K.; MULDER, Dwayne H.; TROUT, J. D. A teoria do conhecimento: uma introdução temática. Trad. Marcelo Brandão Cipolla. 2. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2008.

OLIVEIRA, Nythamar. Habemus Habermas: o universalismo ético entre o naturalismo e a religião. Ethic@, v. 8, n. 1, p. 31-50, Jun. 2009.

OLIVEIRA, Nythamar. Breves observações sobre normatividade e naturalismo. In: MULLER, Felipe de Matos; RODRIGUES, Tiegue Vieira Rodrigues (Orgs.). Epistemologia social: dimensão social do conhecimento. Porto Alegre: Edipucrs, 2012.

ZILLES, Urbano. Teoria do Conhecimento. 4. ed. Porto Alegre: Edipucrs, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Instituto Superior de Filosofia Berthier (IFIBE) | Rua Senador Pinheiro, 350 - Bairro Vila Rodrigues - CEP 99070-220 - Passo Fundo, Rio Grande do Sul - Brasil | Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2526-5709